Aproximadamente 33.700 tipos de câncer são causados ​​por HPV nos Estados Unidos a cada ano.

Os cânceres vaginal, vulvar e peniano são menos comuns e possuem uma menor incidência, mas mesmo assim participam das estatísticas com números menos relevantes.

O atual programa de vacinação contra o HPV para adolescentes tem o potencial de prevenir a maioria desses cânceres.

A vacinação contra o HPV ocorre desde 2006

A vacinação contra o HPV para adolescentes é rotineiramente recomendada para mulheres desde 2006 e para homens desde 2011.

No Brasil, em 2014, o Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), amplia o Calendário Nacional de Vacinação com a introdução da vacina quadrivalente contra o papilomavírus humano (HPV) no Sistema Único de Saúde (SUS).

O programa de vacinação contra o HPV dos EUA resultou em declínios significativos nas prevalências de infecções por HPV do tipo da vacina.

As infecções por HPV diminuíram depois da vacina

As prevalências de infecção pelo tipo de HPV da vacina quadrivalente diminuiu muito entre 2013 e 2016:

Prevalência do virus HPV

Se compararmos os anos de 2013 e 2016, observamos que as infecções diminuíram de 11,5% para 1,8% entre as mulheres de 14 a 19 anos e de 18,5% para 5,3% entre as mulheres de 20 a 24 anos.

Além disso, declínios foram observados entre pessoas não vacinadas, sugerindo efeitos protetores no rebanho.

Meninos e meninas com 11 ou 12 anos de idade devem ser vacinados

O Comitê Consultivo para Práticas de Imunização (ACIP) recomenda rotineiramente a vacinação contra o HPV para meninas e meninos com 11 ou 12 anos de idade.

A vacinação pode ser dada a partir dos 9 anos de idade.

A vacinação tem sido recomendada desde 2006 para mulheres até 26 anos e desde 2011 para homens até 21 anos e certas populações especiais até os 26 anos.

Todas as pessoas até 26 anos devem ser vacinadas

Em junho de 2019, a ACIP recomendou a vacinação contra HPV para todas as pessoas com até 26 anos de idade.

A vacinação para todos os adultos entre 27 e 45 anos não é recomendada rotineiramente no programa de vacinação pública, porém algumas pessoas podem se beneficiar da vacinação nessa faixa etária.

Se você tem entre 27 e 45 anos, converse com o seu médico!

Qual vacina é distribuída pelo SUS?

Protege apenas contra os HPV de alto risco tipo 16 e 18. A maioria dos cânceres associados ao HPV é causada pelo HPV 16 ou 18.

Além de proteger contra os HPV de alto risco tipo 16 e 18, protege também para os HPV de baixo risco 6 e 11 (são os que causam as verrugas). Esta é a vacina distribuída pelo SUS.

Desde 2016 Distribuída nos Estados Unidos. Esta protege contra mais cinco tipos de HPV alto risco (HPV 31, 33, 45, 52 e 58). Esta vacina ainda não é comercializada no Brasil.

Vacinação antes da primeira relação sexual é mais eficaz

Os adolescentes continuam sendo o foco mais importante do programa de vacinação contra o HPV.

A vacinação contra o HPV é mais eficaz quando administrada antes da exposição a qualquer HPV.

Mesmo vacinada você tem de seguir fazendo exames de preventivo com seu Ginecologista

A vacinação contra o HPV é a forma mais eficiente de se proteger contra o câncer de colo do útero.

Para prevenir, é preciso vacinar os adolescentes de 9 a 14 anos nas Unidades de Saúde do SUS ou nas escolas.

É importante seguir fazendo o exame preventivo (Papanicolau) na vida adulta.

REFERÊNCIAS:
MMWR / August 16, 2019 / Vol. 68 / No. 32 US Department of Health and Human Services / Centers for Disease Control and Prevention